sexta-feira, 8 de outubro de 2010

A Vitória da Marina

Marina Silva, na minha opinião e na de muitos, na verdade foi a grande vitoriosa de todo o processo eleitoral mesmo antes do seu término; e por isso, devemos festejar. Por meio dela os valores do Reino de Deus também triunfaram de uma forma maravilhosa, a despeito da igreja dividida. O Brasil hoje sabe que não foram os "evangélicos" necessariamente que mudaram o curso da política, mas, sim os valores de Deus. Por exemplo, hoje o PT está procurando desfazer a imagem pró-aborto porque sabe do prejuízo que isso lhe causou. Tanto o PT quanto o PSDB e os demais partidos sabem que foram os temas polêmicos defendidos por estes ou aqueles que impediram Dilma de chegar já no primeiro turno (e não chegará também no segundo!). Os olhos se abriram! Tudo isso se deve à seriedade da Marina Silva, e ao posicionamento daqueles que fizeram valer seu direito de questionar os valores deste mundo, votando e orando; orando e votando. Deus sabe a razão pela qual Marina Silva ainda não será a líder do Executivo. De qualquer forma, indiscutivelmente, os céus governam sobre a terra! É certo que independentemente da pessoa que subirá a rampa do planalto, o Reino de Deus já triunfou e triunfará sempre!

Um comentário:

Dawidh disse...

Querido Pr. Wilson, shalom (saudades...)!
De pleno acordo com seu texto, dou graças a Deus pelo entendimento maduro de muitos de nós, que nele se expressa.
Marina e os que (por um propósito, por uma causa) trabalhamos nesse pleito não conhecemos a derrota (menos ainda o Rei e Seu Reino), mas terminamos influenciando os destinos do segundo turno, o futuro dessas eleições e a forma de se fazer política no nosso Brasil. Creio que houve um despertar e oro para que, a começar pela Igreja, isso traga maturidade e unidade necessárias para vitórias maiores, mais significativas e transformadoras no futuro. Deus o abençoe, querido. Abraço grande.
Dawidh Alves.